Você está visualizando atualmente QUANDO SE CALA O SACERDOTE

QUANDO SE CALA O SACERDOTE

Texto base: Lucas 1:5-25; 57-66

Versículo chave: “Disse-lhe, porém, o anjo: Zacarias não temas, porque a tua oração foi ouvida; e Isabel, tua mulher, te dará à luz um filho, a quem darás o nome de João” (vs. 13).

Introdução: Zacarias e Isabel eram um casal feliz, uma família de Deus. Ambos de linhagem sacerdotal e eram justos e fiéis a Deus. Porém, não tinham filhos, porque já estavam velhos e Isabel era estéril. Certamente, viviam esperando uma promessa para Israel e um sonho para si. Mal sabiam que Deus iria unir a promessa (Jesus) com o sonho (João). É o que acontece quando se crê que Jeová se lembrou (Zacarias), porque Ele é fiel (Isabel).

A esterilidade, para os judeus, era sinal de desfavor de Deus e vergonha dos homens. Provavelmente, Isabel tenha passado por muito constrangimento, mas isso não abalou a justiça da fé sob a qual andavam; não impediu de se moverem e intercederem. Foi exatamente trabalhando, servindo no santuário, que o sacerdote começou a experimentar algo sobrenatural. Reflexão: Há alguma área de sua vida que parece estéril? Isto o tem paralisado? 

“E eis que lhe apareceu um anjo” (vs. 11). A aparição do anjo, junto ao altar, encheu Zacarias de temor, porque isto poderia significar julgamento. Porém, era Gabriel, o anjo portador de boas novas, cujo nome significa, literalmente, “homem de Deus”. E o que ele disse? O mesmo que ele diz para você, hoje: “Não tenha medo, porque o Pai ouviu a sua oração e vai acabar com a esterilidade na sua casa”. Reflexão: Seu milagre tem nome? Seria “João”? (vs. 13)

A alegria deu lugar a apreensão: Mesmohavendo uma profecia, uma promessa e, ainda, instruções sobre o seu milagre (nome e vocação), Zacarias perguntou ao anjo: “Como saberei isto? Pois eu sou velho, e minha mulher, avançada em dias”(vs. 18). Às vezes, somos assim também. Gostamos de perguntar ‘como?’, ‘quando?’ e ‘por que?’. Ao invés de olharmos para Deus, olhamos para nós mesmos. E aí nos esquecemos do que deveríamos nos lembrar: Que Ele é Deus do impossível! Reflexão: Como sacerdote, você tem se esquecido de que “Jeová se lembrou”?   

Muitos querem mais sinais e dizem: se o Senhor fizer, se o Senhor mudar, se o Senhor… então eu crerei! Temos a palavra! O que mais queremos? Temos a promessa! O que mais buscamos? Só precisamos de duas atitudes: Não temer e crer. “Eu sou Gabriel, que assisto diante de Deus” (vs. 19). O Senhor tem enviado anjos, inclusive o da igreja, para falar conosco e, como Gabriel, nos trazer boas-novas.   

A fé fala, a incredulidade cala: “Eu cri; por isso, é que falei” (II Co 4.13). Mas, Zacarias não creu; por isso, é que não falou. Sim, ficou mudo nove meses (vs. 20). O sacerdote não pode se calar! Ele é intercessor; é o que toma as causas do povo e leva a Deus, em oração; é o que abençoa as pessoas com a bênção sacerdotal (Nm 6.24-26). Reflexão: Como Cristo o constituiu reino e sacerdote para o seu Deus e Pai (Ap 1.6), você tem falado ou se calado perante sua família e às pessoas a sua volta?   

Não deixe mudarem o nome do seu milagre: “João é o seu nome” (vs. 63). O nome ‘João’ significa ‘Jeová é cheio de graça’. Por causa da tradição e cultura, quiseram dar ao menino o nome de seu pai, Zacarias (vs. 59). Critério errado! A escolha deve ser por fé na graça de Deus. Nunca se esqueça que, em sua vida, a graça e a verdade vieram por meio de Jesus (Jo 1.17). Reflexão: O que pode significar para você a expressão: “Quê?! Não há ninguém em sua família com esse nome” (vs.61).     

Conclusão: A bênção do Senhor enriquece não traz consigo nenhum desgosto (Pv 10.22). Quando andamos por fé, sempre escolheremos a bênção e a vida, para que vivamos e toda nossa descendência (Dt 30.19). Quando cremos, a nossa boca se enche para louvar: “Imediatamente, a boca se lhe abriu, e, desimpedida a língua, falava louvando a Deus” (vs. 64). Esta bênção vai transbordar para a direita, para a esquerda, a frente e atrás (por todo lado). Todos participarão da sua alegria! (vs. 58).  O que foi feito no segredo do santuário, do quarto de guerra, do íntimo, será divulgado para a glória do Senhor. Creia!  

Pr. Ricardo Arturo Tatis BatistaIgreja Batista do Amor

Deixe um comentário