Você está visualizando atualmente “GRAÇA SOBRE GRAÇA”

“GRAÇA SOBRE GRAÇA”

Versículo chave: “Porque todos nós temos recebido da sua plenitude e graça sobre graça” (João 1.16)

Introdução: A graça é um dos assuntos mais importante da Bíblia e deve ser também para todos nós. Não há como vermos o maravilhoso plano de Deus de redenção do homem, sem contemplarmos sua maravilhosa graça. Em Cristo habita toda a plenitude de Deus, e, também, a mais expressiva manifestação de Sua graça. “Porque a lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo” (Jo 1.17).

Pela graça sois salvos (Ef 2.8): O maior presente que recebemos, a salvação, vem pela graça. Não por obras, não por mérito, mas, gratuitamente. Enquanto misericórdia nos fala de não recebermos aquilo que merecíamos (ex.: fomos poupados da morte que era a sentença por causa do nosso pecado), a graça nos fala de recebermos aquilo que não merecíamos (ex.: recebemos vida abundante e eterna estando mortos em nossos delitos e pecados). Portanto, graça é favor imerecido e se opõe a todo mérito, a toda obra de esforço humano, do contrário seria pagamento, recompensa.

A graça é a melhor coisa que já nos aconteceu: Se não fosse a graça não estaríamos aqui. Esta é a melhor notícia que poderíamos receber, literalmente, uma boa nova. Pela Palavra de Deus estamos certos de que não há maldição que não possa ser quebrada e não há pessoa que não possa mudar de vida, porque a graça sempre será mais abundante do que o pecado (Rm 5.20). E como filhos amados do Pai celestial podemos ter certeza de que Ele nos ama e quer nos abençoar, de que podemos pedir, mesmo sem merecer “Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?” (Rm 8.32).

A graça é melhor do que a vida (Sl 63.3): Parece algo estranho, porque a vida é o nosso bem maior. Mas, não há sentido para uma vida sem a graça de Deus, pois, esta seria exatamente assim: “sem graça”. Seria apenas existir, uma vida passageira e sem propósito. Se for para viver, só se for pela graça. Foi este o sentimento do coração do salmista. É de graça porque além de ser um favor, não há como pagarmos o que Ele fez por nós. Como não podemos pagar, também, não podemos vender, por isso devemos seguir as instruções que Jesus deu aos seus discípulos: “Curai enfermos, ressuscitai mortos, purificai leprosos, expeli demônios; de graça recebestes, de graça dai” (Mt 10.8).

A graça é melhor do que a vida (Sl 63.3): Parece algo estranho, porque a vida é o nosso bem maior. Mas, não há sentido para uma vida sem a graça de Deus, pois, esta seria exatamente assim: “sem graça”. Seria apenas existir, uma vida passageira e sem propósito. Se for para viver, só se for pela graça. Foi este o sentimento do coração do salmista. É de graça porque além de ser um favor, não há como pagarmos o que Ele fez por nós. Como não podemos pagar, também, não podemos vender, por isso devemos seguir as instruções que Jesus deu aos seus discípulos: “Curai enfermos, ressuscitai mortos, purificai leprosos, expeli demônios; de graça recebestes, de graça dai” (Mt 10.8).

Pr. Ricardo Arturo T. Batista – Igreja Batista do Amor

Deixe um comentário