Você está visualizando atualmente GUARDA O CORAÇÃO – Parte 1

GUARDA O CORAÇÃO – Parte 1

“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida” (Pv 4.23)

Introdução: Domingo passado ceamos, aleluia! A Ceia anuncia que Jesus morreu para nos salvar da morte e, também, de nós mesmos. Não apenas de uma condenação futura, mas, também, de uma vida medíocre regida pela passionalidade impulsiva e pelas emoções desequilibradas. Em Cristo, Deus tanto nos livrou do pecado e da morte como nos deu uma nova vida. E Ele começou Sua obra em nós pelo lugar certo; Ele começou nos dando um novo coração!“Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne (Ez 36.26). Leia, também, Hebreus 8.10.

Por que um novo coração? Porque o coração de todo problema é o problema do coração! Porque o coração é enganoso “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?” (Jr 17.9). Porque o coração é contagioso “Mas o que sai da boca vem do coração, e é isso que contamina o homem” (Mt 15.18).Porque do coração procedem maus desígnios, “homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias” (Mt 15.19). A menos que o coração do homem seja trocado, esse continuará dando problema.

Comente: Você já abriu o seu coração para Jesus? Como o seu coração estava quando lá Ele entrou?

A maioria dos nossos problemas estão ligados as nossas decisões. A maioria das nossas decisões se baseiam em critérios frágeis, tais como:

  1. Cultura: é quando dizemos: “todos fazem assim”.

Ex.: Na época dos juízes, os israelitas pediram um rei para que os governasse – “como o têm todas as nações… para que sejamos também como todas as nações” (I Sm 8.5,20). Reflita: Você já agiu assim? Quais foram as consequências? 

  • Tradição: é quando dizemos: “sempre fizemos assim”

Ex.: Os religiosos levaram Estêvão perante o Sinédrio por causa da tradição – “porque temos ouvido dizer que esse Jesus, o Nazareno, destruirá este lugar e mudará os costumes que Moisés nos deu” (At 6.14). A mulher samaritana, mesmo abrindo o coração para Jesus, preocupou-se com a tradição (Jo 4.20). Comente: Você já teve de renunciar a alguma tradição que lhe impedia de crescer na fé?

  • Razão: é quando dizemos: “é lógico que é assim”

Ex.: Jesus, carpinteiro, pede a Pedro, exímio pescador, que usou a técnica de pescar à noite nas águas rasas do Mar da Galileia, para ir, de dia, mais ao fundo (fazer ao largo) e lançar a rede (Lc 5.5). Uma pergunta: Quanto é 5 + 2? Quanto é 5 pães + 2 peixes? Nas mãos de Jesus, cinco pães e dois peixes alimentam cinco mil homens, além de mulheres e crianças (Mt 14.21). Calcule: a matemática de Deus é a mesma do homem?

  • Emoção: é quando dizemos: “senti que era assim, pareceu-me a coisa certa”

Ex.: “Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu” (Gn 3.6). Saul movido por emoção, em razão dar circunstâncias, preferiu ouvir o seu coração (“eu disse comigo”) a ouvir a voz de Deus (I Sm 13.8-12). Pense: O coração é um bom conselheiro? Você já agiu tomado por emoção, por causa das circunstâncias e, depois, se arrependeu?

Conclusão: A palavra coração na Bíblia denota a sede dos sentimentos e impulsos do homem. É a sede de nossas emoções. Na Nova Bíblia Viva em Português, o nosso versículo-chave está assim: “Acima de tudo, meu filho, cuide bem do seu coração porque dele depende toda a sua vida”. Precisamos cuidar bem do nosso coração, porque toda nossa vida depende dele (as saídas da vida). Domingo que vem, nos Cultos da IBA Sede, teremos a continuação desta mensagem (parte final). Não perca, pois, vamos falar das “feras do coração humano” e de como guardar o coração.

Pr. Ricardo Arturo Tatis Batista – Igreja Batista do Amor

Deixe um comentário