Você está visualizando atualmente AMOR SACRIFICIAL PRODUZ SACRÍFICIOS DE AMOR

AMOR SACRIFICIAL PRODUZ SACRÍFICIOS DE AMOR

Ideia Central

Por muito tempo fomos enganados e iludidos com relação à maneira de amar a si mesmo, ao próximo e ao Senhor. Acreditando no amor apenas numa visão poética, romântica e de conveniência mútua. Enquanto o que a Bíblia nos ensina é que, o verdadeiro amor, o amor de Deus é expresso por meio de entrega, renúncia e sacrifício. Não um amor apenas de elogios, presentes e palavras, mas um amor acompanhado de atitude, para fazer o que precisa ser feito e o que o outro precisa.

Escritura

João 3:16 / Mateus 22:34-38 / Marcos 12:29-30 / 1 João 3:16/ Colossenses 3:12-14

Quebra-gelo

  1. Qual foi a última vez que você fez um sacrifício de amor para o Senhor? Para o seu cônjuge? Para os seus pais? Para os seus filhos? Para o seu líder de célula? Para o seu discípulo? Compartilhe.

Aplicação Bíblica

Leia João 3.16- O que você entende sobre o amor de Deus?

Aplicação na vida

Quantos de nós tivemos relações de amizade, conjugais, sonhos, projetos e até ministérios interrompidos porque nos momentos que foram necessários sacrifícios de amor, o orgulho, a soberba, o ego ou a vaidade, nos fizeram reter o perdão, não consertar o que tinha que ser consertado ou ainda nos fizeram abandonar tudo aquilo que o Senhor tinha traçado para nós, pulamos do barco. Sabe o principal motivo? Visão distorcida sobre o significado do amor.

Deus é a própria expressão do amor. Deus é amor. E nos ensinou que a maior prova de amor que podemos oferecer a alguém é dando tudo o que se tem por esse alguém, sem esperar nada em troca. Assim como Ele entregou Jesus para morrer pelos nossos pecados.

  • Amor não se expressa somente em palavras, mas em atos, ação, em sacrifícios de amor. Comente.
  • Leia Mateus 22:34-38 e Marcos 12:29-30. O que você entende quando o texto diz que devemos amar o Senhor de todo coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças? Lembre-se: “Antes de você se  sacrificar  por  Ele,  Ele  se  sacrificou  por  você!”
  •  a)   Devemos  amá-lo  com  dedicação  e  zelo  (Josué  23:11); b) Demonstramos amor nos posicionando, decidindo por Ele, totalmente (Mateus 6:24); c) Com tudo que temos e somos (Salmos 103:1); d)  Não negando-O diante dos homens. (Lucas 12:9).
  • Como devo amar o meu próximo?

a) Como Ele me amou (João 15:12 / 1 João 3:16 / 1 João 4:7-8 / 1 João 4:19-21);

b) Como a mim mesmo (Mateus 22:39 / Tiago  2:8);  

c)  Com  amor  fraternal  (Hebreus  13:1-3);

 d)  Com  profunda  compaixão,  bondade,  humildade,  mansidão, paciência, suportando e perdoando (Colossenses 3:12-14). Comente.

Conclusão/Reflexão:

Somos o resultado da maior prova de amor que o mundo já presenciou. Nunca em nenhuma outra era, época ou geração se viu e nem se verá tamanha expressão de entrega e sacrifício. Que, como filhos de Deus e pequenos Cristos (cristãos), possamos amar o Senhor e o nosso próximo com o mesmo amor que Ele nos amou. Que nossas expressões de amor sejam acompanhadas de sacrifício, renúncia e entrega. E que possam produzir as respostas, trazer as soluções e entregar ao outro o que ele precisa receber de nós, para se sentir amado, de fato. “Amamos (e nos sacrificamos) porque Ele nos amou (e se sacrificou) primeiro”.

Thiago Frank Mendes – Igreja Batista do Amor

Deixe um comentário