Você está visualizando atualmente CRESCENDO EM DEUS

CRESCENDO EM DEUS

Texto base: Colossenses 1.9-12

Versículo chave: “A fim de viverdes de modo digno do Senhor, para o seu inteiro agrado, frutificando em toda boa obra e crescendo no pleno conhecimento de Deus” (vs. 10).

Introdução: Paulo tomou conhecimento dos falsos ensinamentos que ameaçavam os cristãos de Colossos e, para tratar desse problema, apresentou-lhes o incomparável caráter de Cristo. Especialmente, não cessou de orar pelos colossenses para que eles crescessem:

1) Transbordando de pleno conhecimento da vontade de Deus: Quanto mais soubessem qual era o desejo de Deus, menos seriam enrolados com aquilo que contraria a vontade dEle (heresias). As tradições dos homens, “conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo” (Cl 2.8), não teriam força sobre estes irmãos.

  • Falando para crescermos em fé: Você já ficou confuso com algum conhecimento ou pensamento do qual não sabia se era a vontade de Deus? Como experimentar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus? (Rm 12.2).

2) A fim de viverem de modo digno do Senhor, para o seu inteiro agrado: Buscando as coisas lá do alto, esvaziando-se de si mesmos, revestindo-se “do novo homem que se refaz para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou” (Cl 3.10). Acima de tudo, viverem pela fé, sem a qual não se pode agradá-lO;

  • Aprendendo uns com os outros: O filho pródigo disse: “já não sou digno de ser chamado teu filho”. Ele era digno, por ser filho (sua natureza), mas, não estava digno, por causa do seu viver (sua condição). Comente!

Frutificando em toda boa obra e no pleno conhecimento de Deus: Já não se espera obras malignas daqueles que, agora, já não são inimigos de Deus e, sim, santos, inculpáveis e irrepreensíveis (Cl 1.21,22). É o conhecimento de Deus que nos faz conhecer quem somos e frutificarmos de acordo com a nossa nova natureza (I Pe 1.15,16).  

Sendo fortalecidos com todo o poder, segundo a força da sua glória: Era exatamente do que eles precisavam para resistir às sutilezas do inimigo, que semeava falsos ensinamentos, e continuarem a crescer. Paulo reivindicava o poder do Espírito Santo, que foi outorgado mediante a força da ressurreição de Cristo (Cl 2.14).

  • Falando para crescermos em fé: Você tem buscado este poder para resistir aos pensamentos que limitam o seu crescimento em Deus e confrontar as ideias humanas que paralisam o seu avanço?

Conclusão: A oração de Paulo é, também, a nossa oração. Não a cessaremos de fazer por você! Que nada ou ninguém pare o seu crescimento e amadurecimento em Cristo, no pleno conhecimento dEle. Que Ele seja sempre o centro de sua vida, entronizado em seu coração, e nunca se esqueça que você leva a imagem daquele que o criou. “A fim de viverdes de modo digno do Senhor, para o seu inteiro agrado, frutificando em toda boa obra e crescendo no pleno conhecimento de Deus” (Cl 1.10).

Pr. Ricardo Arturo T. BatistaIgreja Batista do Amor

Deixe um comentário