Você está visualizando atualmente A BÍBLIA – ARMA PARA GUERREAR

A BÍBLIA – ARMA PARA GUERREAR

Versículo chave: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça” (II Timóteo 3:16 NAA).

Introdução: A Bíblia não é como nenhum outro livro escrito pelos sábios deste mundo; sua inspiração é divina; é fruto da mente de Deus e não da mente do homem (II Pedro 1:19-21). Por isso, devemos reconhecer que ela é absoluta, pessoal e deve ser guardada no coração. Seu desígnio não é o de mudar a nossa opinião, mas, o nosso estilo de vida, por meio de um novo nascimento.

  • Falando para crescermos em fé: Comente ‘Homens dão conselhos; Deus dá orientações’ (Leonard Ravenhill)

A Bíblia é fruto da mente de Deus e a família é um projeto de Deus, logo, este Livro foi designado para que este projeto chamado ‘Família’ desse certo. Quando o Pai celestial inspirou “homens santos movidos pelo Espírito Santo” a escreverem as Escrituras, Ele pensou na família. A Bíblia é o manual da família! Sem este manual essa não funciona direito!

  • Aprendendo uns com os outros: Comente: A Bíblia é o ‘livro de receita’ da família saudável.

Devemos entender que há dois reinos: o da luz e o das trevas. Por isso, Jesus disse: “Quem não é por mim é contra mim; e quem comigo não ajunta espalha” (Lc 11.23). Precisamos deixar as obras das trevas e nos revestir das armas da luz (Rm 13.12), na palavra da verdade, no poder de Deus; pelas armas da justiça, tanto para atacar como para defender” (II Co 6.7), por nós mesmos e pela nossa família.

  • Falando para crescermos em fé: Leia II Coríntios 10.4, 5 e comente: Que tipo de armas você tem usado quando enfrenta luta em sua casa?    

Como a nossa luta não é carnal, tampouco as nossas armas o serão. Portanto, devemos nos vestir da ‘armadura de Deus’, para lutar, resistir no dia mau, vencer e ainda permanecermos inabaláveis. Lembre-se de que o seu cônjuge, os seus filhos, os seus pais, os seus irmãos, ou qualquer outra pessoa do seu círculo de relacionamento não são seus inimigos. O seu inimigo tem nome: diabo (adversário).

Ato profético:

Declaro que conheço a verdade e a verdade me libertou. Envolvo-me com o Cinto da Verdade.

Declaro que Jesus se fez pecado por mim e me declarou justo diante de Deus. Visto-me da Couraça da Justiça.

Declaro que a boa nova de Cristo me deu paz com Deus. Calço o Calçado da Preparação do Evangelho da Paz.

Declaro que esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Embraço o Escudo da Fé.

Declaro que recebi o espírito de adoção e me tornei filho amado e salvo. Ponho o Capacete da Salvação.

Declaro que encontrei a Palavra de Deus que é como a espada de dois gumes. Tomo a Espada do Espírito.

  • Conclusão/Reflexão: Um filósofo alemão materialista disse: ‘O homem é aquilo que come’. No sentido espiritual, certamente, somos aquilo que comemos. O que andamos comendo? Do que temos nos alimentado? Que façamos como o profeta: “Achadas as tuas palavras, logo as comi. As tuas palavras encheram o meu coração de júbilo e de alegria, pois sou chamado pelo teu nome, ó Senhor, Deus dos Exércitos” (Jr 15.16). Profetize: A minha família é, tem e pode, o que a Bíblia diz!     

Pr. Ricardo Arturo T. BatistaIgreja Batista do Amor

Deixe um comentário