Você está visualizando atualmente ‘REFORMANDO & RENOVANDO’

‘REFORMANDO & RENOVANDO’

“visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé” (Rm 1.17).

Introdução: No último domingo, dia 31/10, comemoramos 504 anos da Reforma Protestante (movimento reformista que surgiu no cristianismo no século XVI). Esse foi um dos maiores acontecimentos da história, que também se tornou um marco histórico para a Igreja de Cristo.

Contextualizando: O movimento foi deflagrado, na Alemanha, quando o monge Martinho Lutero pregou suas 95 teses, na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg. Entre outras coisas, essas teses se opunham à venda de indulgências pela Igreja Católica Romana.

Aprendendo uns com os outros: Quem sabe o que era a venda de indulgências praticada pela Igreja Romana? Leia Efésios 2.8 e 9, e comente: ‘A salvação está à venda? Alguma boa obra que fazemos poderá nos salvar?

Lutero era um monge mestre em teologia, piedoso, que se empenhava em fazer boas obras e ser auto penitente. Na busca de um Deus misericordioso, continuou a se perguntar: o que devo fazer para ser aprovado por Deus? Contudo nenhum dos rituais ou regras da Igreja foi capaz de responder a essa pergunta.

Falando para crescermos em fé: O monge finalmente encontrou a resposta para a sua pergunta, quando lia fervorosamente a Bíblia. Leia Romanos 1.17 e compartilhe: o que o tirou da mera religião, conduzindo-o à alegria da salvação pela graça, por meio da fé?

Curiosidade: a base teológica de Lutero deu origem a um princípio conhecido como 05 Solas: (1) Sola fide (2) Sola Scriptura (3) Solus Christus (4) Sola gratia (5) Soli Deo gloria. Essas expressões estão em latim, mas, você sabe o que significam?

Lutero não “se conformou”, por isso, reformou; pela graça, foi renovado e, por isso, transformou-se pela renovação de sua mente. Hoje, não podemos nos conformar com este século, tomar a forma deste mundo. Mas, como disse Calvino, um dos pais da Reforma Protestante: ‘A Igreja reformada precisa estar em constante reforma’.

Aprendendo uns com os outros: Leia Romanos 12.2 e comente: Quem se conforma não reforma!

Conclusão: A Reforma do Séc. XVI teve grandes pilares, que se converteram em grandes legados para nós do Séc. XXI. (1) Justificação pela fé somente: a fé pela qual sou justificado diante de Deus para salvação é a mesma que me empodera a viver para Ele no caminho da santificação (Gl 2.20). (2) Centralidade das Escrituras: A Bíblia é a Palavra de Deus. Não precisamos de 1001 argumentos para fazermos ou deixarmos de fazer algo, senão da Palavra (Mt 22.29). (3) Sacerdócio universal dos crentes: Na Nova Aliança, através de Jesus, que se tornou tão superior sacerdote, que se compadeceu de nós, somos empoderados a orarmos, intercedermos, cumprindo o nosso sacerdócio (Ap 1.5, 6 e I Pe 1.20). Em qual área de sua vida você precisa de reforma? Você está disposto a estar reformando e renovando?

Pr. Ricardo Arturo Tatis Batista Igreja Batista do Amor

Deixe um comentário