Você está visualizando atualmente MEU BOM PASTOR

MEU BOM PASTOR

Texto base: Salmo 23

Introdução: O Salmo 23 é um Salmo de Davi e foi escrito num momento de grande tribulação em sua vida. Ele estava fugindo de Saul e seu exército que tinham intenções de matá-lo. Ele se escondeu numa floresta e percebendo que não havia condições de alimento confiou em Deus e fez essa declaração que se tornou uma das passagens mais lindas e proféticas da Bíblia. É rica em detalhes e contém os sete nomes redentores de Deus. Nesses versículos temos a graça em ação, é muito favor derramado.

        Quando Deus se revelou para Moisés ele disse que era o “Eu Sou”, que em hebraico é impronunciável, é um tetragrama YHWH. A palavra Jeovah foi estabelecida e acabou sendo uma pronúncia familiar no meio dos cristãos. Pode-se falar Jehovah, Yahveh, Javé – o Eu Sou, e quase sempre é traduzido por Senhor. Os nomes redentivos de Deus trazem uma apresentação resgatadora, de salvação, auxílio e proteção para o homem.

Desenvolvimento:

1 – Jehovah Raah – O Senhor Pastor ou Eu Sou Pastor. “O Senhor é o meu pastor;” (Sl 23:1a). O pastor é aquele que cuida da ovelha, dá tudo o que a ela precisa.

2 – Jehovah Jireh – O Senhor proverá ou Eu sou a provisão.“…nada me faltará.” (Sl 23:1b)

3 – Jehovah Shalom – O Senhor é a paz ou Eu Sou a paz. “Ele me faz repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso;” (Sl 23:2). Pastos verdejantes é comida fresca para as ovelhas. É a Palavra que alimenta o nosso espírito e precisamos dela todos os dias. Só conseguimos repousar bem se estivermos bem alimentados. Só tem descanso quem tem paz e só tem paz quem tem a Palavra em seu coração. Uma pessoa que é cheia da vida de Deus vive em paz e não vive apenas como vítima das suas más escolhas – (Leia: Colossenses 3:15). Não tome decisões se não tiver paz, se não estiver no descanso. Descanso não é indiferença! Porque a indiferença trás malefícios e causa dor nas vítimas. Deus não é indiferente conosco. Quem vive no descanso é grato e não indiferente! É amoroso e não ignorante! É pacífico e não agressivo! É humilde e não altivo!

4 – Jehovah Rafah – O Senhor que cura ou Eu Sou a cura. “… refrigera-me a alma.” (Sl 23:3a) – O Senhor cura as nossas emoções! Ele quer nos dar equilíbrio para vivermos melhor e desenvolvermos relacionamentos saudáveis e não tóxicos com as pessoas ao nosso redor. Ele também é aquele que nos cura de toda enfermidade. (Leia: Isaías 53:4)

5 – Jehovah Tsidekenu – O Senhor é a nossa justiça – Eu Sou a justiça. “Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome.” (Sl23:3b) Podemos permanecer na presença de Deus sem medo porque fomos justificados pela fé por meio de Jesus Cristo! Não há mais condenação para aqueles que estão em Cristo!

6 – Jehovah Shamah – o Senhor está presente – Eu sou presente. “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo; o teu bordão e o teu cajado me consolam.” (Sl 23:4) Jehovah Shamah sempre nos encoraja a prosseguir nos momentos mais difíceis da nossa vida. Ele sempre nos diz: “Não temas, eu sou contigo.” Quando o Deus de toda graça é por nós, passamos pelo vale da sombra da morte como vencedores! A vara era um pedaço curto de pau e era usada tanto para proteção como para disciplinar a ovelhinha teimosa. A correção do Senhor nos mostra a direção. Já o cajado era mais longo e era usado para remover a ovelha de uma situação perigosa. Precisamos tanto da vara quanto do cajado do nosso Bom Pastor!

7 – Jehovah Nissi – O Senhor é a minha bandeira – Eu sou a bandeira. “Preparas-me uma mesa na presença dos meus adversários, unges-me a cabeça com óleo; o meu cálice transborda.” (Sl 23:5) Em tempos de guerra, os países têm suas bandeiras hasteadas com o propósito de identificação. Existem países inclusive que possuem a sua bandeira de guerra e é tipicamente usada por territórios soberanos. É um símbolo de soberania, de identidade! Quando hasteamos Jehovah Nissi é como se estivessem dizendo para os inimigos: Ei! Essa bandeira está dizendo quem somos e a quem pertencemos, por isso estamos preparados, o nosso Deus é soberano, nunca perdeu nenhuma guerra! Vocês têm certeza que querem lutar com Ele? Ele nos defende diante dos nossos inimigos! Ele nos defende de toda injustiça!

E ainda prepara um banquete, uma grande refeição festiva, suntuosa e comemorativa, com muitos convidados. O propósito desse banquete é honrar por isso ele unge a cabeça com óleo. A unção com óleo representa viver na presença do Espírito Santo. É o Espírito em nós e por isso o nosso cálice transborda, o vinho tem significado de alegria. Na nossa vida não nos faltará alegria para vivermos todos os dias, mas certamente derramaremos alegria sobre aqueles que estão ao nosso redor.

Conclusão: Nada falta para uma ovelha que tem o Pastor. Os nomes redentores de Deus se manifestam na vida daqueles que estão debaixo da sua graça, amor e cuidado. E dessa forma, “Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida e habitarei na Casa do Senhor para todo sempre.” (Sl 23:6)

Reflexão: Nos dias atuais, qual nome redentivo de Deus você mais necessita em sua vida? Lembre-se que todos eles estão ativos sobre nós! Ele é o nosso Bom Pastor! 

Pra. Ana Tatis – Igreja Batista do Amor

Deixe um comentário