Você está visualizando atualmente MAIS QUE VENCEDORES – IBA OESTE 2 ANOS

MAIS QUE VENCEDORES – IBA OESTE 2 ANOS

“MAIS QUE VENCEDORES” (Romanos 8.31-39)

Versículo chave: “Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou” (37). Introdução: Romanos 8 é considerado a ‘Declaração de Liberdade do Cristão’. É a revelação da nova vida debaixo da graça, segundo o espírito de santidade e de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai (paizinho). É um verdadeiro cântico de vitória: Deus é por nós! E, especialmente, nesta seção dos versos 31 ao 39, destaca-se as provas e a certeza do amor de Deus por nós.

As perguntas retóricas de Paulo não buscavam apenas respostas, mas, reflexões. Diante do amor do Pai, as perguntas nos induzem a uma resposta certa, porém, que devemos nos apropriar, sem duvidar.

Se Deus é por nós, quem será contra nós? (vs. 31): Antes, éramos, por natureza, filhos da desobediência e da ira (Ef 2.2,3); inimigos de Deus. Porém, por amor, Jesus se colocou em nosso lugar e, na cruz, recebeu a ira de Deus, por causa do pecado. Então, agora, Deus não está irado conosco, pelo contrário, somos amigos de Deus. Ele é por nós!

Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? (vs. 33): Mesmo sendo ‘ficha suja’, inelegíveis, pecadores, Ele nos amou (Rm 5.8) e, por meio da fé, acessamos a graça que nos escolheu. Não éramos justos, tínhamos dívida, porém, Ele nos defendeu por meio de Cristo. Podemos correr para ele sem medo de acusação, pois o Pai já nos justificou.

Quem os condenará? (vs. 34): Tínhamos uma acusação, o pecado e, consequentemente, uma condenação, a morte. Sim, toda alma que pecar, essa morrerá (Ez 18.20). Mas Jesus morreu a nossa morte e, então, já não há mais condenação para nós. Deus não nos condena, ao contrário, temos a compaixão dEle, pois o Seu próprio Filho intercede por nós.

Quem nos separará do amor de Cristo? (vs. 35): Mesmo passando por tribulações, angústias e tantas situações difíceis da vida, nada disso tem poder para nos distanciar do coração do Pai. O amor de Deus nos atrai para Ele, nos enriquece, nos eterniza, nos empodera e nos faz mais que vencedores.

‘Mais que vencedores’, portanto, são aqueles que sabem que Deus é por eles, que não são mais declarados culpados, que não são mais condenados e que nada pode separá-los deste amor incondicional. São aqueles que nasceram de novo, tornaram-se filhos; aqueles que sabem que são amados do Pai; não importa o que façam, ou, deixem de fazer, não importam as circunstâncias, sejam elas favoráveis ou não, estão acima de tudo isso, pois, receberam uma nova identidade, uma nova natureza, através da qual triunfam por meio do amor. “Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores” (vs.37).

Características dos ‘Mais que Vencedores’:

  1. São humildes: sabem que não há mérito, força, ou, poder suficientes em si mesmos. Sabem que não é apenas uma boa performance humana a qualificação para torná-los ‘mais que vencedores’. Sabem que não são as condições externas que determinam quem são (força ou fraqueza, prestígio ou desprezo, muito recurso ou pouco). Sabem que tudo que têm, que são, ou, que vierem a ser, vêm do Senhor. São ‘mais que vencedores’ por meio daquele que os amou e regenerou sua natureza caída, derrotada.
  2. Não ignoram as batalhas: Não ignoraram os desígnios de Satanás, o adversário declarado. Sabem que esquecer dos seus intentos, poderá colocá-lo em vantagem (II Co 2.11). A nossa luta não é carnal, mas, espiritual, porém, não devemos temer. Não subestimamos o inimigo, muito menos, o superestimamos. Resista ao diabo (Tg 4.7), sede vigilante (I Pe 5.8), maior é o que está em nós (I Jo 4.4), o inimigo não pode nos tocar (I Jo 5.18) e Jesus se manifestou para destruir as obras do diabo (I Jo 3.8).
  3. São perseverantes: Sabem que, em Cristo, o Pai sempre os conduz em triunfo (II Co 2.14). Que Deus os dá a vitória no início, no meio e, principalmente, no fim, pois melhor o fim das coisas do que o princípio delas (Ec 7.8). Se, naturalmente, ninguém se sagra vencedor no início de uma corrida, no meio de um curso, ou, quase terminando uma luta, muito menos aqueles que são ‘mais que vencedores’. Eles não param, não desistem, não renunciam às promessas, não temem más notícias e sabem que todas as coisas cooperam para o seu bem (Rm 8.28).

Pr. Ricardo Arturo Tatis Batista Igreja Batista do Amor

Deixe um comentário